• 2024-05-19T14:52:56

“Não acreditamos na hipótese de assalto, já que não foi levado nada do vereador. O objetivo de quem esteve lá foi matá-lo”, afirmou o delegado, informando depois que tem pistas dos bandidos. “Temos certeza que quem fez isso foram pessoas da cidade e já estamos no encalço de alguns, para verificar se as suspeitas se confirmam”, explicou. Segundo ele, já foram feitos levantamentos periciais na casa do parlamentar.Ainda de acordo com o delegado, os bandidos estavam a pé. A casa do vereador fica em um sítio, próximo à cidade. “Eles perguntaram a todo tempo onde estava o dinheiro. E como eu disse que não tinha, um deles mandou me matar. Depois do tiro, eu me fingi de morto e eles acharam que tinham me matado”, contou o vereador, que já está em casa e será ouvido nesta sexta-feira, 3, pelo delegado Eridelson. “Não tenho inimigos na cidade e nem ando brigando com ninguém. As discussões políticas são normais”, contou.

Uma ocorrência policial foi formalizada na Delegacia da Polícia Civil de Itamaraju (DEPOL) e a investigação já foi iniciada.

Deixe o seu comentário

Categorias